Jathyles Miranda o Artista. Uma viagem ao coração da luz

Quando encontrei meu amigo Jathyles pela primeira vez, estava em Recife mais precisamente na Rua da Moeda no Palco do RecBit. De lá até aqui se passaram mais de 15 anos. Naquele momento ele já dominava os robóticos, led e consoles de alta tecnologia, mas ainda assim com todo esse aparato tecnológico ele usava uma lamparina para iluminar o show.

Criar e inventar! estás palavras se encaixam como uma "luva" para definir um pouco do seu imenso trabalho no campo da iluminação. Ele é criador de seus objetos de luz.

Poucos são os homens e mulheres que se dispuseram a dedicar seu tempo em pesquisa para criar algo novo e genial, Da Vinci, Duchamp, Boltanski, J. Turrel, Eli Sirlin, Josef Svoboda, Dan Flavin e Jathyes Miranda.

Para mim Jathyles já ultrapassou os limites dos aparelhos de iluminação, recriando os mesmos a partir de suas necessidades. Uma tampa de marmita ou um VL 4000 só dizem respeito a forma, mas o que ele nos apresenta como luz cênica é muito mais profundo; é o conceito, a idéia de luz. Sua capacidade de combinar elementos de iluminação para produzir novos aparatos de luminescência é digna de um inventor. Um artesão dotado de conhecimento e prática que por muitas vezes supera o conhecimento científico.

Garanto a vocês são anos de estrada!

Este trabalho que realiza junto com a banda Cordel do Fogo Encantado é sem dúvida nenhuma Arte. Esta habilidade que pode ser entendida como a atividade humana ligada às manifestações de ordem estética ou comunicativa, realizada por meio de uma grande variedade de linguagens, aqui expressa na forma de luz.

Vou deixar um link para uma rápida entrevista com o colega Jathyles. Apreciem!

https://www.instagram.com/p/BtlqExPgHwg/ (caso não consigam abrir o link é só clicar nas fotos)

As fotos são do show "Viagem ao coração do Sol"- Cordel do Fogo Encantado.

Neste espetáculo vocês não vão ver mais do mesmo, e sim experimentar um simbiose entre música, luz e imagens.

Além de se apropriar de maneira muito segura e orgânica dos aparatos tecnológicos e suas criações, o uso do contraste é quase um imperativo na busca de momentos de pura poesia, suspense e beleza.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Search By Tags
Follow Us