Fio a Fio - espetáculo de Dança.

PARCERIAS - CRIAÇÕES - FIO A FIO.

Gostaria de falar agora sobre parcerias. Sobre aprendizado. Talvez a escola técnica de iluminação cênica mais exercida atualmente no Brasil. O Aprender o ofício de uma arte, não pela academia e sim, através do olhar de quem veio primeiro e realizou diversas experiências, e é extremamente generoso ao repassar o conhecimento. Estou falando do processo de criação da luz espetáculo de dança "Fio a Fio” de Gisele Rodrigues e Edi Oliveira.

Fui chamado pelo design de luz Dalton Camargos para compor o processo de criação do espetáculo e realizar a criação da luz a 4 mãos.

O processo já estava na fase de conclusão. Ou seja o espetáculo já estava praticamente pronto. O que seria “pronto”? Na verdade são fios que a primeira vista pareciam embaralhados, enrolados e embolados, mas aos poucos vão sendo desvelados e realinhados em novas perspectivas. O que se apresentou durante os ensaios, foi de tamanha força na interpretação dos artístas-perfirmances que trouxe a nós, iluminadores um pensar, sobre como executar os movimentos de luz naquela não dança/dança nova, cheia de pequenos movimentos, de pequenos detalhes, que revelam ora fragilidade ora potencialidade.

Dalton Camargos já tem um histórico de trabalhos com os dois intérpretes. Um trabalho que vem de uma trajetória de desenvolver uma não luz. Ou uma luz que de fato não se apresente como fantástica, e sim, se movimente organicamente com bailarinos e tenha forte expressão quando necessária. Sei disso porque trabalhei como assistente em diversos trabalhos deste iluminador. Portanto coube a mim organizar todo o material criativo, quase como um mestrado, um teste. Mapa de luz, roteiro, caderno de afinação, gravação e ensaio geral. Minha mão tremia um pouco. Passo a passo, cena a cena e chegamos ao fim do ensaio geral. No final poucos ajustes e por fim estávamos prontos. Eu feliz pois passei no Mestrado!!! O resultado.

7 indicação no Festival SESC do Teatro Candango

6 Prêmios no Festival SESC do Teatro Candango

Venham conferir!!!

Fio a Fio, com Giselle Rodrigues e Édi Oliveira - Espetáculo de dança-teatro que aborda, poeticamente, o período da vida em que precisamos lidar com a ação do acúmulo dos anos sobre o corpo: O ENVELHECER. O que representa viver com um corpo que perde capacidades e, ao mesmo tempo, ganha sabedoria com o acúmulo das experiências vividas? Como aceitar ou lutar com o fato de que quando estamos mais prontos para a vida é quando nosso corpo mais precisa de trégua? A intuição da morte, a perda da memória, a fragilidade física, a solidão, mas também o afeto, o companheirismo, a serenidade, permeiam, entre outras questões, uma atmosfera onde o tempo é sentido por meio da dilatação e da contemplação, e onde a velhice é revelada em sua dureza e em sua doçura. Concebido e interpretado por Giselle Rodrigues e Édi Oliveira em parceria com Kênia Dias, o espetáculo recebeu o desenho de luz de Dalton Camargos e Moisez Vasconcellos, figurino e cenário de Roustang Carrilho e a trilha sonora de Tomás Seferin. Fio a Fio estreou em outubro de 2015. Em 2016 participou de dois festivais no Brasil: o Festival Brasileiro de Teatro - XVIII Edição (RJ) e o Cena Contemporânea - Festival Internacional de Teatro de Brasília (DF). Participou, ainda em 2016, da mostra do Prêmio SESC do Teatro Candango, na qual foi premiado nas seguintes categorias: melhor espetáculo, melhor direção, melhor atriz, melhor trilha sonora, melhor cenário e melhor figurino. Serviço: Fio a Fio, com Giselle Rodrigues e Édi Oliveira – Espetáculo de dança-teatro De 17 a 19 de março de 2017 Hora: Sexta e Sábado às 20h e Domingo às 19h Local: Teatro da Caixa – CAIXA Cultural Brasília – SBS Qd 4.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Search By Tags
Follow Us